Português Italian English Spanish

Tios gravavam menina de 2 anos sofrendo tortura antes de morrer por maus tratos

Tios gravavam menina de 2 anos sofrendo tortura antes de morrer por maus tratos


11/11/2021

Vídeos do celular dos tios da pequena Maria Vitória Lopes dos Santos, 2, morta por maus tratos na última segunda-feira (8), em Várzea Grande, mostram cenas que configuram humilhação, tortura e autoridade dos responsáveis pela guarda da menina. A menina também sofria estupros. Eles estão presos e o inquérito policial segue em andamento.

Delegado da cidade de Poconé (104 km ao Sul de Cuiabá), Maurício Maciel Pereira, conversou com o   e informou que a investigação está em andamento e tem mais 10 dias para a conclusão do inquérito policial e que nesse período já foram realizada diligências em campo.

Além disso, lembrou que os laudos da perícia estão em andamento, mas que já há indícios suficientes que comprovam que a morte ocorreu após série de tortura, maus tratos e estupro.

“Há indicativo de agressões físicas, violência psicológica e moral. A menina era forçada a dançar, por exemplo, e ter outros tipos de conduta. Também ficava sem comida e era submetida a outras práticas pelas pessoas que tinham autoridade sob essa criança”, disse o delegado.

Segundo ele, a pequena Maria Vitória era submetida a sofrimento físico e psíquico, que resultou diretamente na sua morte. Ela foi encontrada caída ao lado da cama na quinta-feira (4) e levada para uma unidade de saúde com quadro grave de traumatismo craniano.

O delegado ressalta que a tortura consiste em violência em várias formas, seja ela física, moral ou/e emocional. Sobre possíveis imagens de estupro no celular dos tios da menina, ele negou que exista o ato gravado. “Existem imagens que mostram maus tratos, que mostram machucados, mas nada relacionada a estupro”.

4 dias internada

Socorrida na quinta, chegou sendo intubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do PSVG. Durante os exames da equipe médica, foi constatado que havia sinais de maus-tratos na menina.

Além disso, foi constatado lesões que configuram estupro de vulnerável, traumatismo craniano grave e ela já estava com suspeita de morte encefálica. Conselho Tutelar foi acionado imediatamente.  

Diante dos fatos, as conselheiras que atuaram no caso reportaram a situação à Polícia Civil de Poconé, que já acompanhava a situação da menina. Ela estava há 5 meses com o tio paterno e com a esposa dele e moravam em um sítio de Poconé. Assim que foram chamados para depor na delegacia, receberam voz de prisão. 

Maria Vitória não resistiu ao trauma craniano e morreu na manhã de segunda. Delegacia de Homicídios fez liberação do corpo da menina e o tio e a esposa foram presos em flagrante.

 

 

Yuri Ramires / Gazeta Digital 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS