Português Italian English Spanish

Após determinação de Bolsonaro, IFMT Confresa poderá fechar o ano no vermelho

Após determinação de Bolsonaro, IFMT Confresa poderá fechar o ano no vermelho

Após a medida anunciada na última semana de que o Governo Federal bloqueará 30% dos recursos destinados às universidades e institutos federais, manifestações foram feitas em todo o Brasil, e no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Campus Confresa, não foi diferente: alunos e funcionários se vestiram de preto, protestaram e debateram na manhã de segunda-feira (6), sobre como a falta da verba irá influenciar diretamente no cotidiano da instituição.

Em entrevista, o Diretor Giliard Brito, explicou que o corte em Confresa representa 38% do orçamento, uma quantia de R$ 1,4 milhões: “o bloqueio será no custeio, que é o tipo de despesa que é usada para pagar alimentos do restaurante, os terceirizados, vigilantes, agentes de portaria, limpeza, motorista, auxiliar rural, jardinagem e também materiais de escritório. Então, basicamente é o funcionamento do campus”.

Segundo Giliard, o orçamento para este ano estava previsto em cerca de R$ 4 milhões, e para o funcionamento pleno da unidade, são necessários pelo menos R$ 3,2 milhões: “a gente tinha uma gordura de cerca de R$ 800 mil para fazer alguma obra, se a gente tem esse bloqueio de R$ 1,4 milhões, isso nos deixa no vermelho em cerca de R$ 600 mil do valor que era só pra o campus funcionar. É algo muito complicado para a gente resolver”.

Apesar da crise no momento, o diretor pede para que a população não se desespere, visto que ainda há um prazo para recorrer e tentar resolver a situação: “a gente está manifestando, tentando ser notado, ser ouvido, o reitor essa semana está em Brasília em reunião com outros reitores de outros IF do Brasil, também vai se reunir no MEC para tentar reverter isso. A gente tem até o início do segundo semestre, até setembro para tentar reverter para que a gente consiga então funcionar até o final do ano”.

Em âmbito estadual, o bloqueio é de R$ 31,8 mi no orçamento do IFMT, e de acordo com a reitoria, para amenizar as contas, será necessário diminuir contratos.

 

FONTE: Olhar Alerta

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário