Português Italian English Spanish

Presos sofrem espancamentos dentro da PCE; veja vídeos

Presos sofrem espancamentos dentro da PCE; veja vídeos

18/09/2019

Dois reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE) foram espancados dentro da unidade. As imagens só vieram ao conhecimento público, nesta terça-feira (17). 

A direção do presídio negou, em nota, que a violência tenha sido pratica por agentes penitenciários.

Um vídeo de poucos segundos, gravado supostamente por um servidor público do sistema, mostra uma briga dentro de uma cela praticada entre os presos. 

A direção da PCE também afirma que a agressão ocorreu há pouco mais de um mês, no incío de uma operação realizada no presídio .

Nesta vistoria, mais de 130 telefones celulares foram apreendidos dentro das celas, entre outros produtos proibidos no sistema penitenciário. 

De acordo com informações, os presos teriam sido espancados por membros de uma facção criminosa como retaliação a operação. 

Nota de esclarecimento

A direção da Penitenciária Central do Estado esclarece que as imagens veiculadas se tratam de agressões sofridas por dois reeducandos da unidade por parte de outros presos, no período inicial da operação deflagrada na unidade prisional, no dia 13 de agosto.

Informamos ainda que, assim que os agentes plantonistas tomaram conhecimento da agressão, os presos foram encaminhados para atendimento imediato na enfermaria da penitenciária e, posteriormente, foram removidos das celas onde estavam para outra na unidade prisional.

Não houve outros registros de agressões entre os presos.

A direção da penitenciária também não recebeu qualquer comunicação da OAB referente a supostas reclamações de familiares.

Esclarecemos ainda que todos os dias de visitas na PCE, desde a retomada da entrada de visitantes na última sexta-feira (13), após os 30 dias da Operação, foram acompanhados pela equipe da direção e não foi registrado nenhum tipo de ocorrência. Um dos procedimentos internos adotados a partir de agora, para garantir a segurança e que não haja ocorrências ou qualquer tumulto, é que os presos retornam para as celas e somente após esse procedimento, os visitantes são liberados para saída da unidade.

image

image

Vídeo

Redação do GD

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS