Português Italian English Spanish

Prefeito vai processar vereador já investigado pelo MPE

Prefeito vai processar vereador já investigado pelo MPE

Data de Publicação: 2 de maio de 2019 23:09:00

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que o vereador Felipe Wellaton (PV) é leviano em suas palavras. Conforme o emeedebista, o parlamentar deve se preocupar em se defender das acusações de corrupção pelas quais é investigado. Por meio de nota, o chefe do Executivo municipal disse que irá processar o parlamentar.

O vereador é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por, supostamente, ter chantageado o ex-chefe de gabinete Jadson Nazário de Freitas. O legislador é acusado de desviar para si a verba indenizatória e parte do salário do servidor.A denúncia foi feita pelo próprio ex-chefe de gabinete, que afirma que pagava os valores para garantir sua permanência no cargo.

O recurso teria sido usado, inclusive, para consertar um veículo de propriedade de Wellaton. Em sua defesa, o vereador disse que o ex-servidor foi aliciado a mentir, numa manobra da gestão de Emanuel Pinheiro para calar as denúncias feitas pelo parlamentar, que faz parte do grupo de oposição.

“O desespero para desacreditar nosso trabalho de fiscalização não é pra menos: das denúncias que deflagraram a operação Sangria aos aluguéis fantasmas da Secretaria dos 300 anos, estive na linha de frente de investigação de todos os escândalos desta gestão fraudulenta - e não foram poucos”, afirma o vereador em nota encaminhada à Gazeta.

No comunicado enviado pela Prefeitura de Cuiabá, consta que o vereador ataca Pinheiro com o objetivo de desviar o foco do assunto principal: o suposto desvio de recursos.

“O vereador vai responder na Justiça sobre a leviandade de acusar o prefeito de Cuiabá de conspirar em relação à grave denúncia que pesa contra o parlamentar”, diz trecho da nota.

O vereador foi procurado e informou que não recebeu nenhuma nota da Prefeitura de Cuiabá e, por isso, não iria comentar o comunicado. Ele de limitou a dizer que prestou todos os esclarecimentos à Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) e está à disposição da Justiça.

Confira na íntegra a nota divulgada pela Prefeitura de Cuiabá:

Em relação as declarações do vereador Felipe Wellaton, que é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) - conforme reportagem do jornal A Gazeta desta semana - e pela Comissão de Ética da Câmara Municipal, por supostamente ter desviado parte do salário e da verba indenizatória do seu ex-chefe de gabinete, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, esclarece que:

- O vereador deveria se preocupar com a sua defesa pois, segundo a matéria, trata-se de grave denúncia, com farta documentação que teria desviado parte do salário e da verba indenizatória do seu ex-chefe de gabinete, o que é ilegal e pode resultar em cassação do mandato, ressarcimento ao erário e improbidade administrativa.

- O vereador ataca outras pessoas como o prefeito, que não tem nada a ver com o episódio, com o claro objetivo de desviar o assunto, ao invés de se preocupar em responder à Justiça e a sociedade.

- O vereador vai responder na Justiça sobre a leviandade de acusar o prefeito de Cuiabá de conspirar em relação à grave denúncia que pesa contra o parlamentar.

Emanuel Pinheiro, prefeito de Cuiabá

 

 

Jessica Bachega

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS