Português Italian English Spanish

3 promotorias investigam mais de 100 denúncias sobre concurso; MPF recebe 32 e instaura "notícia de fato"

3 promotorias investigam mais de 100 denúncias sobre concurso; MPF recebe 32 e instaura "notícia de fato"


Concurso foi realizado no final de semana. Certame foi organizado pela UFMT, contratada pelo governo

Três promotorias de Justiça da Capital vão investigar as mais de 100 denúncias que chegaram à Ouvidoria do Ministério Público sobre supostas irregularidades no concurso público da Segurança Pública de Mato Grosso, realizado no domingo (20). Segundo o órgão fiscalizador, já foram instaurados procedimentos investigatórios preliminares para analisar os casos.

Ainda não se sabe se o trabalho será feito em conjunto com o Ministério Público Federal ou se todos os dados serão remetidos ao MPF, em virtude do certame ter sido realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso. A reportagem apurou que o contrato celebrado pelo governo será analisado para que se saiba se tudo foi terceirizado à UFMT ou se há responsabilidade sobre parte da execução em relação ao Estado.

O MPF, por sua vez, já recebeu 32 representações desde domingo. Elas foram juntadas em um procedimento de notícia de fato, que se refere a uma análise preliminar do que chegou até as mãos do órgão fiscalizador federal para se avaliar se há "lastro" e indícios concretos nas irregularidades narradas. O procedimento está sob sigilo e ainda não se sabe com qual procurador ficará responsável por conduzir os trabalhos.

Em âmbito estadual, os trabalhos de apuração estão sendo conduzidos pelas Promotorias de Justiça da Cidadania, Patrimônio Público e Segurança Pública através dos promotores Valnice Silva dos Santos, Marcos Regenold e Reinaldo Rodrigues de Oliveira Filho. “Além da instauração dos procedimentos investigatórios, foram solicitadas informações a respeito concurso e uma reunião com representantes da Segurança Pública deve ser agendada para os próximos dias”, diz nota emitida pelo MPE.

Também em nota, emitida na tarde de hoje (23), a UFMT garante que foram identificados apenas problemas pontuais na aplicação, “mas sem qualquer comprometimento à  segurança ou validade do processo avaliativo”.

A instituição de ensino assevera ainda que GEC e a SESP/MT atuaram de forma conjunta para o êxito na aplicação do certame. “Considerando a magnitude do concurso, a Polícia Militar e a divisão de inteligência da Polícia Judiciária Civil foram fundamentais para a manutenção da ordem e para coibir tentativas de fraude ou de burlar o certame, tal como a reportada na cidade de Cáceres”, diz trecho.

O governo de Mato Grosso, por sua vez, reitera que a UFMT é responsável pela “inteira realização do concurso para a secretaria de Segurança Pública (Sesp)”. A reportagem apurou que hoje a pasta foi oficiada sobre as denúncias que chegaram ao MPE. Perguntada sobre isso e a respeito da solicitação de reunião com representantes da Sesp, a pasta não se posicionou.

Denúncias e flagrante

Entre as supostas irregularidades estaria a reabertura do portão após o seu fechamento às 8h, ausência de detectores de metal, celular vibrando em sala de aula e pessoas que fizeram selfies no local da prova.

Quatro pessoas suspeitas de envolvimento na tentativa de fraude na prova do concurso também foram presas em flagrante pela Polícia Civil em Cáceres. Com um celular envolto em  silicone, usando método  semelhante a Código Morse, eles pretendiam que o aparelho, escondido nas partes íntimas, vibrasse de maneira diferente para cada alternativa de resposta na prova.

 

Patrícia Sanches

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS