Português Italian English Spanish

Mendes rebate “já ganhou” e diz que decisão será na hora certa

Mendes rebate “já ganhou” e diz que decisão será na hora certa


Governador diz que decisão sobre candidatura em 2022 deve ser tomada a partir do mês de abril

O governador Mauro Mendes (DEM) negou que esteja postergando o anúncio sobre ir ou não à reeleição devido a aparecer com boa aprovação do eleitorado em pesquisas internas feita por partidos políticos.

Segundo Mendes, não existe "já ganhou" em nenhuma campanha e que seu foco no momento é na gestão.

“A cabeça das pessoas é uma caixinha de surpresa e a política do Brasil está um pouco diferente nos últimos anos. Não existe 'já ganhou' em lugar nenhum. O eleitor está autônomo e sabido”, afirmou.

De acordo com Mendes, a aparente tranquilidade em relação ao pleito eleitoral de outubro próximo, se deve ao fato de – em sua avaliação – ter melhorado os indicadores do Estado.

“A minha tranquilidade é que estou focado nos objetivos sob os quais assentam o meu mandato. Tenho certeza que a maioria do cidadão de bem, que faz uma análise isenta, consegue perceber que Mato Grosso melhorou muito nesses 3 anos”, afirmou.

“Apesar dos problemas que tivemos, isso me dá tranquilidade de estar fazendo um trabalho de acordo com aquilo que  me comprometi com o cidadão. Mas isso não significa que, por isso, serei reeleito”, acrescentou. 

Mendes afirmou que o comunicado sobre a reeleição deve ser feito no início de abril.

“Isso já entrou na minha agenda de decisão. Eu tenho e vou tomar essa decisão, sem dúvida, a tempo e a hora. E se candidato começar a construir, senão, construir uma alternativa”, afirmou.

Pressionado por partidos

Mendes disse ter apoio dos aliados quanto a decisão sobre a reeleição ser tomada somente a partir de abril. Ele negou haver pressão de seu grupo.

“Eles me respeitam, conhecem meu perfil. Eu sou uma pessoa boa para dialogar, mas esse negócio de pressão não funciona muito bem”. 

“O diálogo sempre existiu, é legitimo que ocorra, faz parte da democracia. Dialogar com os partidos é um dever, mas respeitosamente, democraticamente e republicanamente", completou.

 

 

CÍNTIA BORGES E LISLAINE DOS ANJOS
DA REDAÇÃO

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS