Português Italian English Spanish

Prefeituras de MT investem em festas de Réveillon

Prefeituras de MT investem em festas de Réveillon


23/12/2021

O Ano Novo está se aproximando e algumas prefeituras já preparam a festa para receber 2022, com direito a apresentações musicais e shows pirotécnicos. No entanto, alguns desses eventos foram contratados com dispensa de licitação, ou seja, sem um processo para apresentação de diferentes propostas, que serve para reduzir os custos para adquirir serviços e produtos.

Segundo levantamento, pelo menos 18 municípios irão fazer as festas com dispensa de licitação, com contratação de shows que custam até R$ 185 mil. Os contratos foram publicados no Diário Oficial dos Municípios.

Em Matupá (695 km ao norte de Cuiabá), município com cerca de 20 mil habitantes, o show da cantora Lauana Prado irá custar R$ 185 mil aos cofres públicos. A cantora tocantinense que tem 2,5 milhões de seguidos no Instagram é a atração principal da festa que terá show pirotécnico no valor de R$ 166,9 mil, no entanto, este foi contratado por meio de pregão.

Campo Verde (131 km ao sul) irá investir em dois shows com custo de R$ 100 mil cada: Gera Samba e João Lucas. Também estava previsto - com dispensa de licitação - a apresentação de Rick e Renner por R$ 200 mil, mas foi cancelada.

Rio Branco (256 km a oeste) vai oferecer aos seus mais de 5 mil moradores 3 shows para a entrada em alto estilo no ano novo. Estão previstas a apresentação de Paula Matos, por R$ 72 mil, da banda Alto Astral, por R$ 70 mil, e a banda Forró Perfeito, com custo de R$ 60 mil.

Em Cláudia (620 km ao norte) a festa foi toda realizada sem licitação. São R$ 15 mil para a contratação da banda Cassio Simeone, R$ 85 mil para a banda Tradição e R$ 15 mil para o show pirotécnico.

Já em Água Boa (730 km a leste), o show de Mário e Tizil de R$ 80 mil foi contratado sem licitação, enquanto o show pirotécnico, com custo de R$ 52.850 foi licitado.

Fogos de artifício sem licitação também fazem parte dos gastos de fim de ano de Paranatinga (R$ 17,6 mil), Araputanga (R$ 30 mil) e Lambari D'Oeste (R$ 16 mil).

Outro lado

As prefeituras citadas foram procuradas, mas não responderam à reportagem.

 

 

THALYTA AMARAL

Gazeta Digital

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS