Português Italian English Spanish

Mulher, com a faca no pescoço, suplica para não ser morta na frente dos filhos

Mulher, com a faca no pescoço, suplica para não ser morta na frente dos filhos


Após as agressões, acusado de 44 anos, fugiu levando o celular da enteada e a chave da casa da vítima

Uma mulher de 31 anos afirmou que foi agredida pelo seu namorado na frente dos seus filhos, após uma discussão na residência do casal, no bairro Jardim Industriário I, em Cuiabá, na madrugada desta quarta-feira (03). O acusado, de 44 anos, fugiu após o crime levando o celular da enteada e a chave da casa.

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada por volta das 1h10 para atender a ocorrência de violência doméstica. No local, a vítima relatou que o acusado é seu namorado e os dois sempre dormem juntos.

Na noite de terça (02), ela disse que não iria dormir com ele, já que os filhos dela estavam em casa, e pediu para que ele fosse para a casa dele.

O homem não gostou disso e questionou se a mulher queria mostrar algo para seu ex-esposo. Ela negou, dizendo que não queria mostrar nada para ninguém e que era apenas por respeito aos seus filhos que estavam em casa.

Neste momento, o acusado se exaltou, partiu para cima da vítima e começou a agredi-la. O homem ainda torceu o dedo da mulher.
 
Os filhos da vítima saíram do quarto e presenciaram a agressão.

Uma das filhas pegou o celular e falou para a mãe ligar para o “papai”, foi quando o homem pegou o celular e o quebrou, deixando todo danificado. A menina então pegou seu aparelho para fazer a ligação, mas o agressor também o tomou e escondeu.

Neste momento, o homem voltou a agredir a vítima, a enforcou e a levou para a cozinha e deu vários socos na cabeça e no rosto dela. Para se defender, ela pegou uma faca, mas o agressor tomou o objeto e colocou em seu pescoço.

A mulher suplicou para que ele não a matasse na frente dos filhos. O homem a soltou e fugiu do local, levando o celular de sua enteada, e a chave da residência da mulher.

O agressor ainda ligou para o ex-esposo da mulher, dizendo que a vítima havia bebido e misturado com remédios controlados, mas o homem sabia da conduta da mulher, duvidou e desligou o celular.

O caso foi registrado e será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

 

 

João Aguiar / Repórter MT

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS