Português Italian English Spanish

Mulher que agrediu assessora da AL e PM acaba presa após perseguição policial

Mulher que agrediu assessora da AL e PM acaba presa após perseguição policial


PMs atiraram nos pneus do carro dela, forçando sua parada; mulher ainda deu ré e atingiu a viatura

Amulher de 35 anos, de iniciais H.A.A.C, que sofre de problemas mentais,  foi detida na noite desta quarta (25), por direção perigosa, dano e desobediência depois de promover uma perigosa perseguição nas principais ruas e avenidas de Cuiabá. Antes, se refugiou no estacionamento da Polícia Federal. Como foi constatado que estava com ordem judicial de interdição  requerida por familiares.

Na semana passada, a mulher promoveu confusão no prédio da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag) e agrediu um sargento da PM. Em junho deste ano, aproveitou uma falha na segurança da Assembleia para agredir uma assessora do deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC).

Em todas as confusões que se envolve, a mulher se apresenta com procuradora do Estado e esposa de delegado da Polícia Civil. No entanto, é desempregada e solteira. Somente um servidora da Seplag já registrou três BOs contra H.A.A.C, incluindo ameaças via Whatsapp.

Ontem à noite, a PM  realizava patrulhamento pelo bairro Jardim Itália e notou um veículo   em alta velocidade e com os faróis e as lanternas apagadas. Suspeitando de um possível roubo, os policiais solicitaram ordem de parada, que não foi obedecida, dando início ao acompanhamento.

Na fuga, a motorista ainda entrou no Fórum, quando novamente foi solicitado que ela parasse. No entanto, a mulher seguiu em alta velocidade para a Avenida do CPA e entrou no estacionamento da Polícia Federal.

Sem opção, os policiais atiraram nos pneus do carro dela, forçando sua parada. Mesmo assim, a mulher ainda deu ré e atingiu a viatura que estava atrás. A suspeita precisou ser imobilizada e foi entregue na Central de Flagrante.

PMMT

Batida louca

Mesmo com os pneus furados a tiros, H.A.A.C ainda arremessou seu automóvel contra viatura envolvida na perseguição que terminou na avenida do CPA

Na Polícia Civil, foi constatada  ordem judicial para interdição. A responsável pela mulher, que é vereadora em município da região, foi chamada para tomar as providências cabíveis. (Com Assessoria).

 

 

Jacques Gosch

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Banner Superior Esquerda

Banner Central Esquerda

Banner Inferior Esquerda

 

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS