Português Italian English Spanish

Tabeliã é afastada após escândalo de procuração autorizada por morto em cartório do Araguaia

Tabeliã é afastada após escândalo de procuração autorizada por morto em cartório do Araguaia


13/01/2021

Foi instaurado pela Corregedoria Geral da Justiça de Mato Grosso um processo administrativo em desfavor da tabeliã interina do cartório do município de General Carneiro que foi afastada da função durante uma ação realizada pela polícia e comarca de Barra do Garças na segunda-feira dia 11/01.

Esse afastamento se deve a descoberta de uma procuração pública emitida pelo cartório daquela cidade e outorgada para uma pessoa já falecida. A tabeliã alega que não sabia e que não agiu de má-fé, todavia a justiça achou por bem afastá-la diante do prejuízo causado com esse documento que foi usado para alienar um imóvel no estado de Rondônia.

Aliás o escândalo foi descoberto lá em Porto Velho/RO, já que a procuração foi utilizada para alienação Imobiliária ocorrida naquela capital cujo fato foi reportado a Corregedoria-Geral de Mato Grosso, que instaurou procedimento e determinou a apuração dos fatos por este juízo.

A procuração concedia poderes amplos e gerais a senhor para negociar à venda de um imóvel urbano em Porto Velho. Essa procuração foi lavrada no dia 24 de julho de 2015 no cartório de General Carneiro e que um dos outorgantes mencionados na verdade faleceu no dia 18 de agosto de 1997.

A investigação apura também dados acerca da existência de uma possível duplicidade de matrícula do imóvel adquirido com outra matrícula. A tabeliã que foi afastada foi nomeada para o cargo pela Justiça em 2011 após afastamento do titular por decisão proferida no processo administrativo.

A Justiça de Barra do Garças determinou a indicação do sr Agostinho Pereira Neto, oficial interino cartório 2º Ofício da comarca de Barra do Garças, para responder pela serventia em caráter precário a partir da designação efetivada pela Corregedoria-Geral com indicação de um novo responsável através de concurso público ou haja um novo ato de substituição, decisão tomada pela juiz Augusta Corregedoria-Geral Prutchansky Martins Gomes.

 

 

Araguaia Notícia

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS