Português Italian English Spanish

Mulher indígena espancada pelo marido na aldeia não resiste à agressão e morre

Mulher indígena espancada pelo marido na aldeia não resiste à agressão e morre


13/01/2021

A indígena Myriwekede Karaja, de 36 anos, morreu no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), nesse domingo (10), após ser espancada pelo marido, também indígena, na Aldeia Indígena Fontoura, no Tocantins, região de divisa com Mato Grosso, no sábado (9).

Conforme informações da Polícia Civil, Myriwekede Karaja foi atendida no Hospital Municipal de São Félix do Araguaia, (a 1.173 km da Capital) e depois, devido aos ferimentos graves, encaminhada para Cuiabá, onde mão resistiu e morreu poucas horas depois de chegar.

Segundo informações da assessoria da Polícia Civil, uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) plantonista foi acionada para liberação do corpo da vítima  no pronto-socorro da Capital.

A Polícia Civil destaca ainda que na delegacia de São Félix do Araguaia não há nenhum registro de ocorrência no nome informado da vítima. Contudo, foi apurado que a agressão ocorreu em uma aldeia de atribuição da Polícia Civil de Tocantins.

 

 

Bárbara Sá

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS