Português Italian English Spanish

Quem é o sindicalista que está na presidência da Assembleia de MT

Quem é o sindicalista que está na presidência da Assembleia de MT


20/08/2020

Casualidade. Esta é a palavra que define a ascensão do deputado João Batista (Pros), segundo-vice-presidente da Assembleia Legislativa, à presidência da Casa por um período ainda indeterminado. O parlamentar foi último eleito pelo coeficiente eleitoral com 11.374 votos.

Porém, a votação não o impediu de entrar na composição da Mesa Diretora, encabeçada pelo presidente Eduardo Botelho (DEM), atualmente licenciado para tratar sequelas da covid-19. A vice-presidente Janaina Riva (MDB), por sua vez, espera o terceiro filho, cujo parto está marcado para o próximo dia 25. 

João Bastista pavimentou a sua eleição para Assembleia Legislativa como presidente do Sindicato dos Servidores do Penitenciário de Mato Grosso (Sindspen). Sindicalista sempre aberto aos questionamentos da imprensa, João é agente penitenciário, mas, antes de ingressar no serviço público em Mato Grosso tem orgulho de falar que veio 'debaixo', foi inclusive cobrador de ônibus em Cuiabá e escapou de assaltos violentos, vindo como muitos "paus-rodados" tentar a vida no promissor Mato Grosso. 

JLSiqueira/ALMT

João Batista

Hoje, aos 45 anos, o homem franzino de Belém do São Francisco-PE preside o Poder Legislativo de Mato Grosso.  Só que poucos dias antes de chegar ao alto posto, João passou a enfrentar desgates na carreira enquanto deputado, servidor público e sindicalista. Foi tachado de traídor por grupos de servidores públicos e até mesmo por sindicalistas que lutaram até pouco tempo na mesma trincheira do parlamentar em defesa do serviço público. 

Servidores acusam João de traídor por ter votado favorável à reforma da Previdência, proposta pelo governador Mauro Mendes (DEM). Chuva de memes foram publicadas em grupos de WhatsApp, além de críticas de então colegas de sindicalistas. Ao GD, João explicou que avançou nas negociações de algumas emendas que, caso não tivessem sido aprovadas, a reforma seria ainda mais dura para os servidores. Já avisa também que não vai aceitar mácula de traidor.  Para ele, ao negociar avanço em emendas que foram aprovadas favorencendo algumas questões foi uma estratégia de voto.

Marcus Vaillant

João Batista no Sindspen

Segundo ele, pelo histórico de corrupção na Assembleia, também acaba sendo achinqualhado quando, por exemplo, vota pela reforma, mesmo com avanços em algumas emendas. 

João lembra que não estava nos seus planos presidir a Assembleia Legisaltiva e que também não era seu interesse. Ele também preside o Pros, partido que ganhou destaque em Mato Grosso após o pleito de 2018com a eleição do próprio João Batista e da expressiva votação da ex-superintendente do Procon, Gisela Simona, para deputada federal. Apesar dos quase 50 mil votos, ela ficou na suplência. 

Atuação na presidência

João pretende continuar com a mesma atuação de Botelho à frente da Assembleia e colocar em votação já próximas sessões veto do governo, entre outros projetos. 

 

 

 

Noelma Oliveira

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS