Português Italian English Spanish

Após denúncia de resíduos jogados no Rio Araguaia, MPF, Sema e Politec colhem amostras

Após denúncia de resíduos jogados no Rio Araguaia, MPF, Sema e Politec colhem amostras


30/07/2020

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um morador de Barra do Garças expondo o despejo de resíduos supostamente irregulares no Rio Araguaia. Após a filmagem viralizar nos grupos de Whatsapp da região, agentes do Ministério Público Federal (MPF), da Secretaria de Meio Ambiente de Barra do Garças (Sema) e da Politec estiveram no local para realizar vistoria conjunta e coletar dados e amostras na tarde desta terça-feira (28).

 

 

 

 

 

 

Nas filmagens, o homem faz uma crítica à fiscalização ambiental. “Estão atrás dos ribeirinhos que estão pescando, proibindo de ir para o rio e não estão preocupados com o que está acontecendo com a natureza”, diz o homem enquanto mostra os peixes e outros animais mortos que encontrou no local. “É um desrespeito com o Araguaia”, finaliza.

O ribeirinho também chama a atenção para a cor da lama esverdeada no fundo do rio próximo de onde são despejados os resíduos das empresas JBS - Friboi e Águas de Barra do Garças e pede para que as autoridades provem que o material despejado é tratado.

Em nota enviada pelo chefe do Escritório Regional da Sema em Barra do Garças, Moacir do Couto, o órgão esclarecee que foram coletados materiais para avaliação de parâmetros de qualidade da água e para a identificação de possíveis irregularidades.

Segundo a Sema, devido à estação da seca em que o nível do rio diminui, bancos de areia se formam próximo ao local onde são despejados os efluentes tratados, o que faz o material ser diluído em um canal com menor vazão.

Ainda conforme a nota, as duas empresas que lançam os efluentes (despejos líquidos provenientes de atividades humanas e industriais) têm autorização emitida pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA.

Caso haja a confirmação de dano ambiental os envolvidos serão responsabilizados.

image

Confira a íntegra da nota:

Em esclarecimento ao público, quanto aos fatos relatados em vídeos que circulam hoje por mídias sociais, sobre o lançamento de efluentes pelas empresas JBS - Friboi e Águas de Barra do Garças no rio Araguaia, informamos que nesta tarde foi realizada uma vistoria conjunta pela SEMA, POLITEC e Ministério Público Federal, sendo coletados dados e amostras para avaliação de parâmetros de qualidade da água e identificação de possíveis irregularidades. Destacamos que ambos os empreendimentos citados possuem outorgas de direito de uso de recursos hídricos para lançamento de efluentes tratados, emitidas pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA. Entretanto, devido às peculiaridades da sazonalidade e da dinâmica do rio, ocorreu a formação de um banco de areia próximo aos pontos de lançamento outorgados e, assim, os efluentes tratados estão sendo diluídos em um canal secundário com menor vazão. De posse dos resultados das análises das amostras serão definidas as providências cabíveis para sanear a situação e, caso haja a confirmação de dano ambiental, os envolvidos serão responsabilizados.

 

 

 

FONTE: Semana 7

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS