Português Italian English Spanish

Falta de teste não impede tratamento para pacientes covid

Falta de teste não impede tratamento para pacientes covid


29/06/2020

O Laboratório Central do Estado (Lacen) está realizando média de 700 testes de covid-19 diariamente. O prazo para que o resultado esteja pronto é de 24 horas. O número é maior do que no início do mês, quando a capacidade de processamento era 400 amostras devido ao rompimento de contrato entre o Ministério da Saúde (MS) e empresa Abbot, responsável pelo programa instalado nos equipamentos.

Apesar do aumento, o número ainda não é correspondente a demanda e pacientes esperam mais tempo para terem as amostras analisadas. Apesar da espera, o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirma que a falta do resultado não impede que o paciente inicie o tratamento.

“Infelizmente, parece que para ter tratamento precisa do exame para detectar covid. Mas os médicos que nos assessoram afirmam que a principal maneira para diagnosticar é análise clínica feita pelo médico. Não precisa estar com teste na mão dizendo que a pessoa está com covid. Então quer dizer que se não existisse teste ninguém seria tratado de covid?”, argumenta o secretário.

Figueiredo explica que com a análise clínica e exame de imagem é possível diagnosticar a contaminação e já proceder o tratamento adequado. “Não é o teste que vai resolver. É conter o avanço da contaminação e achar a curva”, declara.
O secretário ainda explicou que testes realizados em laboratórios não credenciados pelo Lacen não entram nas estatísticas da pasta.

O gestor explica que sempre houve dificuldades na saúde, principalmente na atenção básica. Fatores que foram agravados com a pandemia, apesar das medidas de contenção, e as ações que surtirão melhores resultados no combate a covid são relacionadas ao isolamento social.

“Cada um tem que fazer sua parte. Se não houver o isolamento a situação pode ficar ainda pior”, ressalta.

Já não há vagas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e a ocupação de 90%, e nem previsão para que esse quadro melhore.

Apesar de haver esforços para implantar novos leitos, eles são emperrados pela falta de equipamento e pessoal.

 

 

 

Jessica Bachega

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS