Português Italian English Spanish

Prefeitos de MT aguardam contratação de médicos cubanos e pedem ao governo federal respiradores mecânicos

Prefeitos de MT aguardam contratação de médicos cubanos e pedem ao governo federal respiradores mecânicos


26/03/2020

O presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga, afirmou que a decisão do governo federal em contratar médicos cubanos, como o anunciado na semana passada para reforçar o atendimento aos casos de coronavírus, foi "acertadíssima". Mas seria melhor ainda, se fosse possível, contratar um número maior.

 

 

 

 

 

 

 

Neurilan disse que a dificuldade na saúde foi discutida com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, e com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Foi solicitado ao ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta que fossem distribuídos pelo menos aos municípios menores dois kits de respiradores mecânicos para que possíveis casos suspeitos da doença fossem atendidos e os pacientes possam ser removidos e transferidos para cidades maiores.

Segundo ele, os municípios não têm estrutura adequada na área da saúde e nem mesmo uma unidade de saúde com preparo suficiente para dar o primeiro momento atendimento aos casos suspeitos de acordo com a necessidade que a doença requer.

Neurilan disse que a maioria dos prefeitos são favoráveis à atuação dos médicos cubanos nos municípios do estado.

Segundo Neurilan, os prefeitos aprovaram o trabalho dos médicos cubanos nos municípios, por meio do programa Mais médicos, do governo federal. No entanto, no início do mandato, em 2019, Jair Bolsonaro demitiu os médicos cubanos.

Os médicos cubanos vão para locais isolados e de difícil acesso, como as vilas, os distritos, e assim se deslocam para qualquer lugar que precisa de médicos.

O presidente da AMM afirma que devido à demanda de médicos para trabalhar nos municípios de Mato Grosso e a dificuldade de ter médicos em todos os lugares, com o retorno dos médicos cubanos, o estado teria uma cobertura maior nos municípios e nas principais comunidades.

“Com esses médicos, o atendimento pode alcançar mais distritos, e quando estiveram no estado eles fizeram um trabalho muito eficaz”, enfatizou Neurilan.

Como relação às providências para o combate ao coronavírus, Neurilan explicou que os municípios estão na medida do possível se preparando. A maioria dos municípios de Mato Grosso está distante dos grandes centros e de Cuiabá.

Prevenção

O presidente da AMM, disse que todo esse trabalho de prevenção estão sendo feitas pelos municípios, por meio das medidas que devem ser tomadas, e que a associação está orientando os prefeitos via internet. Além disso, ele explicou que todos os municípios baixaram um decreto criando um Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus.

Também foram dispensados os servidores acima de 60 anos e os que têm alguma doença crônica respiratória e diabética. Foram reforçadas as equipes de saúde. A maioria dos municípios fechou o comércio e alguns decretaram toque de recolher à noite, criaram barreiras sanitárias na entrada da cidade. Outros estão suspendendo qualquer tipo de aglomeração de pessoas seja em espaços públicos ou privados, além de dar orientação e cobrar a população para que fique em casa.

Neurilan afirmou que todas as providências nas área da prevenção e na propagação do vírus estão sendo tomadas com muita determinação pelas prefeituras do estado. E os municípios aguardam a chegada dos médicos cubanos pelo programa federal para ajudar nas demandas de saúde da rede pública.

Ele solicitou aos poderes públicos o repasse de quase R$ 1 bilhão do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) para ajuda financeira aos municípios.

O presidente da AMM afirmou que um problema sério e que pode prejudicar no combate à pandemia da Covid-19 pelo municípios é a queda de arrecadação dos municípios.

Para ele, os municípios já estão sofrendo com as paralisações dos serviços e que as receitas estão caindo e a previsão é reduzir ainda mais. Essa situação vai prejudicar o pagamento dos salários dos servidores e a compra de medicamentos e equipamentos necessários para combate ao coronavírus.

Neurilan disse que os prefeitos estão preocupadíssimos e a associação tomou algumas ,medidas junto à CNM, pedindo que o governo federal adote medidas de compensação na queda da receita das prefeituras para não haver um colapso econômico financeiro.

Porque a partir do momento que as prefeituras não conseguirem pagar os salários dos servidores e pagar os fornecedores, evidentemente, segundo Neurilan, o caos se estabelecerá e será muito ruim no momento dessa crise com o coronavírus.

Algumas medidas que a associação tomou foi a solicitação ao ministro da Economia, ao presidente da República, ao Congresso Nacional, ao ministro da Saúde e ao Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo o repasse de quase R$ 1 bilhão do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) pelo governo federal, referentes ao ano de 2018 e 2019. Desse montante R$ 250 milhões são para os municípios.

Mais médicos

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira (12) o chamamento público de mais de 5 mil profissionais pelo programa Mais Médicos para contribuir no combate à pandemia do novo coronavírus. A previsão de convocação é para abril, mas ainda não há estimativa da quantidade de médicos que virão para Mato Grosso.

As capitais e centros urbanos serão priorizados. Também serão chamados estudantes de medicina a partir do sexto ano de curso, para atuar na atenção básica de saúde. De acordo com secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, a medida é para ajudar a repor parte da mão de obra médica que se perde durante o trabalho, já que os médicos também sofrem com a contaminação.

A estimativa de contratação é para 5.811 profissionais para reforçar o enfrentamento ao coronavírus, com contratos de um ano de duração. Os médicos contratados na primeira convocação devem começar a trabalhar a partir de abril. A bolsa-auxílio será de R$ 12,38 mil.

 

 

FONTE: G1 MT

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS