Português Italian English Spanish

PARA PEDRO CASALDÁLIGA


17/02/2020

Hoje, 16 de fevereiro de 2020, meu amigo e irmão Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia-MT, completa 92 anos de vida,, convivendo com o irmão Parkinson, olhando para um horizonte claro, onde haja um outro novo mundo possível. 


Liguei na rádio rock que escuto sempre que posso, e, coincidentemente, estava tocando a música de Raul Seixas e Paulo Coelho: Meu Amigo Pedro. O nome da música me fez lembrar do meu amigo Pedro, que alguns anos já não o vejo, mas ele sabe, que estou sempre em sintonia e em oração, afinal, tudo é Páscoa.

Conheci Pedro pessoalmente, em 2002, em São Paulo, no lançamento e entrega do Prêmio Páginas Neobíblicas da Agenda Latino-Americana Mundial, evento realizado no Memorial da América Latina. Recebi de suas mãos o Prêmio e um caloroso abraço de pai, de amigo, de irmão, de companheiro de caminhada. Dei-lhe de presente um CD com as Bandas de Congo do município de Serra-ES. Fiquei o máximo que pude ao seu lado, ouvindo-o falar, apertamos as mãos várias vezes. No final do evento tiramos fotos juntos e ele me convidou a ir conhecer a Prelazia, o que fiz em dezembro de 2002, chegando em sua casa no dia 08 de dezembro. Fiquei parado na porta, e ele veio me acolher com abraço e beijo cheios de ternura. Fiquei na casa até janeiro de 2003 quando retornei para o Espírito Santo.

Por incentivo de Pedro escrevi meu primeiro livro O Místério e o Sopro, e ele fez a apresentação, me dando o apelido de Divino Impaciente...é...meu querido Pedro, muitos são os motivos que me fazem permanecer impaciente: direitos sendo destruídos, extermínios, injustiças, fanatismo. Tudo que você sempre combateu e me inspirou a combater. Às vezes, cansa um pouco, é quando a poesia me salva, como te salvou várias vezes. 

A poesia tem ajudado muito na defesa da Vida. Já, alguns anos ela se tornou profética e tomou conta das Escolas de Samba. Este ano a Estação Primeira de Mangueira fala e proclama Jesus da Gente...a própria Mangueira transformou o Morro em Nazaré. Poesia e Teologia da melhor qualidade. Acredito que já tenham te mostrado, e o quanto você tenha se emocionado. Afinal, você sempre afirmou o que a Mangueira agora ratifica: Jesus é da Gente mesmo e não anda com arma na mão.

Só tenho a agradecer a Deus por ter me dado a chance de conhecer e conviver com um de seus poetas-profetas. Aprendi e aprendo muito com o seu exemplo.

Nos vimos durante a Romaria dos Mártires da Caminhada, não falamos nada, somente nos olhamos, e, tudo que precisava ser dito foi dito: força sempre, teimosa esperança - a missão continua. Estão guardadas estas palavras no meu coração. Na próxima Romaria desejo reencontra-lo meu querido amigo.

Rezo sempre por você, sei que você se lembra de mim em suas oraçôes. Na emoção desta carta, mais uma que lhe envio, fiz um verso, com olhos cheios d'água:

Conheci um certo Pedro da Catalunha 
Porém, com sobrenome Araguaia
Voz suave: profecia e poesia forte
Coração de beija-flor, olhar de águia
Teimosa esperança ensina...ensina
Meu amigo Pedro Casaldáliga 

Receba meu imenso abreijo com fraternura. 
Tudo é Páscoa!

Emerson Sbardelotti
Cobilândia, Vila Velha-ES.

  2 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Homem! Eterno defensor dos oprimidos, sua luz nunca de apaga. Parabéns Dom Pedro com o meu e da minha mãe fica meu respeito.

É magnífico saber que de nossas comunidades brotam palavras de sabedoria do amigo Emerson. Sim, assim considero. Palavras dirigidas a Pedro, que muitos desejaram e desejam conhecer. Voz da Amazônia. Voz do Povo. Voz de Deus no meio de nós. Como deve ter sido lindos os encontros e também a sintonia que permanece.

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS