Português Italian English Spanish

Quais são os juros do cartão de crédito em 2020?

Quais são os juros do cartão de crédito em 2020?


25/01/2020

Desde meados da primeira década do século XXI, o cartão de crédito se tornou um dos melhores amigos dos compradores. O dinheiro parece que está sendo deixado de lado, já que o plástico oferece mais segurança na realização de pagamentos, além de outras vantagens, como a possibilidade de pagamento.

 

 

 

 

 

 

 

Atualmente, o cliente pode escolher cartão de crédito sem taxa, mas alguns continuam cobrando juros e outras tarifas, principalmente para quem não paga a fatura até o dia combinado. Anuidade e possibilidade no pagamento da fatura são outros encargos que os cartões de crédito continuam carregando em 2020.

O que é crédito rotativo? Como funciona?

O crédito rotativo é uma modalidade oferecida pelas empresas que fornecem cartões de crédito. É oferecido a partir do momento em que o cliente não realiza o pagamento total da fatura do cartão, até a data de vencimento. O rotativo é acionado no momento em que o cliente paga uma parte da fatura, mas não o seu valor na íntegra.

A partir disso, podemos dizer que o crédito rotativo é como se fosse um empréstimo e conta com juros até que o pagamento seja totalmente quitado. É importante lembrar que o rotativo pode ser utilizado por no máximo um mês e caso o cliente não consiga pagar a fatura total em dois meses consecutivos, então a empresa poderá lhe oferecer outra linha de crédito.

Juros do cheque especial

No fim de 2019, o Governo Federal decidiu limitar a 8% ao mês os juros cobrados pelos bancos no cheque especial. E por falar nele, é uma modalidade de crédito automático, que é utilizada para momentos em que o cliente não possui saldo suficiente em sua conta. A medida tomada pelo Banco Central visa tornar o produto mais leve, já que é utilizado principalmente por pessoas com menor poder aquisitivo.

Até outubro de 2019, o cheque especial cobrava 12,4% ao mês, o que rendeu um acumulado de mais de 300% ao longo de todo o ano, para 2020, a expectativa é de que caia para 150%. Os movimentos para a redução dos valores cobrados no cheque especial vem acontecendo, organizado pelos próprios bancos, já que esta modalidade é uma das que possui taxas mais elevadas.

Juros por compras parceladas

Existem cartões de créditos fornecidos por empresas de supermercados ou de fábricas de automóveis que dão vantagens exclusivas para pagamentos feitos em suas próprias redes, cobrando juros quando o parcelamento é feito em algum concorrente. Tem cartões de crédito que permitem pagamentos em 12 vezes sem juros, outros em até 24 vezes.

A cobrança de juros algumas vezes depende mais da loja que está vendendo o produto do que da empresa do cartão de crédito. A taxa varia entre 6% e 24%, de acordo com o número de parcelas escolhidas pelo cliente. Para as empresas é uma vantagem vende parcelado, já que recebem o valor à vista.

Taxas por saque

A maioria das fornecedoras de cartões de crédito permitem que os clientes realizem saques utilizando o plástico, algo que pode ser feito diretamente no Banco24Horas ou em algum outro semelhante. Só que nem tudo é de graça, para isso existe uma taxa, que varia conforme cada empresa, custando alguns reais a mais em cada saque.

A tarifa de anuidade

Bem, este não é um juro do cartão de crédito e sim uma tarifa, como o nome já diz. Nos últimos anos diversos novos cartões foram lançados sem esta cobrança, por outro lado, muitos seguem executando esta taxa. Dependendo do cartão escolhido, é possível que não seja necessário o pagamento no primeiro ano ou que não seja preciso pagar pelo cartão adicional.

Existem opções onde gastando mensalmente mais do que determinado valor não é preciso pagar pelo serviço. É possível negociar a taxa diretamente com a administradora do cartão de crédito, é só ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), em alguns casos é possível até mesmo zerar este pagamento.

Pagamento de contas com o débito automático

Muitas empresas de cartões de crédito permitem o débito automático de contas, seja de água, luz ou telefone, mas para isso cobram um valor mensal. Nos cartões do Banco do Brasil, por exemplo, existe uma taxa mensal de 2,88% sobre a conta que for paga.

Isso acontece porque a empresa de cartões de crédito paga antecipadamente para a companhia que emitiu o boleto, enquanto receberá o pagamento do cliente apenas quando a fatura for paga.

Parcelamento de contas

Quem faz o pagamento de contas utilizando o cartão de crédito, e realiza esta manobra de maneira parcelada, também enfrentará juros pela frente. Nem todos os cartões de crédito possuem esta taxa, mas a maioria deles, principalmente aqueles ligados a bancos tradicionais.

A taxa anual pode ser bem elevada, na casa dos 40% ou mais, dependendo do seu cartão.

Fonte: https://www.iq.com.br/cartoes/artigos/melhores-cartoes-sem-anuidade

 

 

ARAGUAIA NOTÍCIA

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 
 

 

 

COLUNAS E OPINIÃO

Blog do Samy Dana

Colunista O Repórter do Araguaia

Gerson Camarotti

Colunista O Repórter do Araguaia

 

VÍDEOS

 

Acesse nosso Canal no Youtube

 

NOSSOS PARCEIROS